O primeiro mês do meu copo vaginal


Depois de ter partilhado convosco a história de "O meu último penso higiénico" recebi muitas perguntas sobre o copo vaginal. Das mais óbvias às mais estranhas achei que devia ser uma blogger sem vergonha e explicar-vos tintim por tintim o que se passou no meio das minhas pernas durante a minha última menstruação. (parem lá de fazer essas caras de nojo para o ecrã estão todos a morrer de curiosidade)

Bem sei que vos disse que a primeira vez que usei o meu copo demorei apenas 3 segundos a colocá-lo correctamente. E é verdade, foi um acto limpo e rápido, como se eu fosse uma assassina profissional que despacha o assunto sem deixar qualquer vestígio ou prova. Mas retirá-lo foi bem mais complexo, e as colocações seguintes não foram assim tão profissionais. Uma coisa é certa é mesmo confortável usá-lo. Vamos então ao que interessa, esclarecer questões!

1. Como é que se coloca?
Há várias marcas de copos vaginais (o meu é da Meluna) e há também diferentes tamanhos e elasticidades, podem consultar os sites das marcas para ficarem a saber qual o mais indicado para vocês, depois devem adequar a "dobra de colocação" ao vosso copo e à vossa vagina. Não há uma ciência exacta, a única certeza é que cada uma deve fazer o que se sentir mais confortável. Eu coloco o meu copo húmido, dobrado em "c" ou "u" ou dobrado em bico, faço-o sentada e ainda me dou ao trabalho de verificar todas as vezes se ele ficou mesmo bem colocado e aberto totalmente para criar o vácuo necessário. Raramente dói a colocar, a dobra serve para isso mesmo, mas tens mesmo de estar descontraída. Se sentires algum desconforto experimenta lubrificá-lo com uma solução lubrificante à base de água, mas comigo não foi necessário.

2. Como é que se retira?
Vi muitos vídeos no Youtube sobre isto porque "paniquei" muito mais com o tirar do que com o pôr. O segredo mais bem guardado é fingir que vais fazer o "número dois", exactamente, faz força, muita força os músculos vão fazer pressão e empurrar o copo para baixo de forma a aproximá-lo da entrada da vagina. depois põe os dedos e puxa. Se tiveres uma pega confortável no teu copo podes puxá-lo até a pega estar do lado de fora, se não tiveres pega aperta o copo e puxa-o cá para fora. Quando o copo estiver quase metade de fora, aperta-o bem para desfazer o vácuo, tenta dobrá-lo novamente em "c" ou "u" e retira-o cuidadosamente. Se estiveres relaxada não custa nada, e se fizeres força para o empurrar, quase que sai sozinho. Mas nunca o deixes sair sem aliviar o vácuo porque podes magoar-te.

3. É desconfortável?
Acho que já comentei isto, mas vou voltar a frisar: o copo não se sente, é como se nem sequer estivesses com o período, não sentes nada, nem o copo nem a menstruação em si. É 100% confortável, aliás, se sentirem alguma coisa é porque não está bem posto. Para mim é forma mais simples, mais económica e mais confortável de lidar com a menstruação, especialmente de noite... you know what i mean!


4. Em comparação a outro métodos é melhor ou pior?
Bem eu sempre rejeitei os tampões, sempre me desaconselharam a usar, especialmente porque tenho pouco fluxo e podia ferir ou arranhar (um cenário macabro e assustador para uma adolescente que um dia teve uma aula de natação e uma menstruação marcadas para o mesmo dia, acabei por desmarcar a natação). Usei um tampão umas duas vezes em toda a minha vida menstruada, e odiei a experiência. O copo dá "5 a 0" ao tampão até porque não é absorvente, é apenas colector. Ou seja, o copo não altera nada dentro de ti, apenas colecta o liquido, sem secar as mucosas, sem absorver a água porca da piscina ou a água quente do banho de imersão, por isso o copo é um método mais eficaz para evitar infecções. Em comparação ao penso higiénico, no penso ficamos sujas, podem acontecer manchas na roupa, como está em contacto com o ar o cheiro é menos simpático e poluímos imenso o ambiente. Por oposição, o copo evita uma data de problemas, não tem cheiro, é mais fiável, mais ecológico e permite-nos estar-mos mais atentas à nossa saúde e tornar-mo-nos mais conscientes sobre o nosso corpo. Tal como vos contei, antes de ter comprado o copo marquei uma consulta com a minha ginecologista e fiz-lhe todas as perguntas, ela quase que me empurrou para uma farmácia para comprar o copo, a posição dela é 100% a favor do copo, mas aconselho-vos a fazer o mesmo. Há quanto tempo não visitas a tua médica? Vai lá e faz-lhe as perguntas todas.


5. Sentes alguma limitação em relação ao tipo de roupa que vestes?
Até agora não senti essa necessidade, e já passei por uma situação em que o copo ficou mal colocado e houve um pequeno acidente, mas foi mesmo pequeno, a roupa não tinha quais-quer vestígios. Penso que uma utilização apenas pode não ser suficiente para sentires a segurança de vestires um vestido branco, mas quanto mais segura te sentires mais fácil vai ser esqueceres-te que estás com o período e escolheres a roupa de acordo com a disposição com que acordaste e não de acordo com os acidentes que podem vir a acontecer.

6. O copo substitui os outros métodos?
O copo é um método pensado e desenhado para funcionar sozinho como colector menstrual. Nunca o uses ao mesmo tempo que usas um tampão! Quanto ao penso higiénico, nas primeiras utilizações, podes querer usar um penso diário por precaução, porque podes não saber colocá-lo bem e pode haver algum vazamento, mas nunca será necessário usares um grande penso com abas enquanto usas o copo. Confia em ti e confia no copo, deixa os restantes métodos de lado, vai poupar muito dinheiro e vais ser mais ecológica. O copo é um método 100% fiável, aprende a usá-lo bem e nunca mais vais querer voltar aos métodos antigos.

7. Quanto tempo dura?
O copo pode estar dentro de ti entre 8h a 12h, mas tudo depende do teu fluxo, troca-o de acordo com a necessidade que sentires, por exemplo, nos primeiros dias, como há mais fluxo, podes tirar e pôr com mais regularidade, nos últimos dias de 12h em 12h é capaz de ser o suficiente, mas essa é uma aprendizagem que deves fazer sozinha, aprende como funciona o teu ciclo e o teu corpo e ajusta-te às necessidades.
O tempo de vida do copo, pode chegar aos 10 anos se fores muito cuidadosa com a manutenção (ou seja, é muito económico e muito ecológico).

8. Como é a manutenção?
Durante a menstruação basta tirá-lo e passar por água fria corrente e voltar a colocar, no fim de cada ciclo deves fazer uma limpeza mais cuidada, podes fervê-lo ou lavá-lo com uma solução desinfectante, pode ser com pastilhas Corega (essas mesmo que o teu avô utiliza para a dentadura) ou com água oxigenada. Depois de seco o copo deve ficar guardado no seu saquinho. Bem simples, certo?

9. Quais são as desvantagens?
Acho que não há desvantagens associadas à utilização do copo. Mas, não deves usá-lo se estiveres grávida, não podes fazer relações sexuais com coito com ele colocado, se tiveres um DIU deves mesmo pedir a opinião a um médico da especialidade, e o mesmo deve ser feito caso tenhas algum problema com o teu aparelho reprodutor ou caso sintas uma dor mais intensa quando o utilizas.


Se tiverem mais dúvidas enviem por email: justiconic.blog@gmail.com
Se tiverem sugestões ou dicas que queiram partilhar estejam à vontade ;)



Etiquetas: