A máscara do momento

masks, skin masks, mascaras, mascaras de rosto, mascaras de pele, garnier, still life, flat photo, fashion, beauty, skincare, beleza, cuidados de rosto, moda

As máscaras em tecido da Garnier têm dado muito que falar. Foram das primeiras sheet masks a chegar aos supermercados portugueses.
Já se comprava máscaras do género em lojas de cosmética, como por exemplo a Sephora que já tinha uma boa oferta deste tipo de produtos, mas os preços não eram para todas as carteiras e não há uma Sephora em todos os distritos, por isso a Garnier veio ajudar a democratizar este segmento de mercado.
Experimentei a Hydra Bomb que promete uma hidratação intensa, mais luminosidade e menos marcas. Comecei por lavar a cara com o meu gel esfoliante diário, como a minha pele é muito sensível no fim de a secar com a toalha passei um algodão com água micelar, que para além de retirar os últimos resíduos da pele ajuda a apaziguar, depois apliquei a máscara por 15 minutos (ok, eu deixei estar mais do que 15 minutos porque estava a ver um episódio de GIRLS e esqueci-me). A aplicação é fácil, embora a máscara esteja bastante húmida, senti que a minha cara devia ser minúscula porque sobrava imenso tecido, mas depois de fazer os devidos ajustes percebi que estava a dar hidratação a toda a pele do rosto.
A sensação durante a máscara é óptima, parece que todos os ingredientes se estão a fundir com a epiderme, é uma sensação fresca mas muito confortável. Depois de tirar a máscara é aconselhável fazer uma pequena massagem com o produto que ainda se encontra à superfície da pele e de seguida retirar o excesso com algodão. Again... eu estava na cama a ver séries ('cruzes credo' se eu me ia levantar da cama só para ir buscar um disco de algodão) limitei-me a fazer a massagem, a minha pele acabou por absorver o resto do produto e até acho que esta é melhor forma.
No dia seguinte, quando acordei não achei logo que a minha pele irradiava raios de sol, nem achei que parecia a Leighton Meister (ao que parece ela tem mesmo uma pele perfeita, lucky girl!) mas confesso que com depois de um ou dois dias percebi que a minha pele estava muito mais hidratada e com menos marcas, ganhou mesmo um melhor aspecto e uma sensação muito mais confortável (como vos disse ao inicio, a minha pele é sensível e pede triliões de creme hidratante e água micelar para se sentir flawless, mas esta máscara contribuiu imenso para o bem estar da minha pele), bastou uma máscara apenas para notar a diferença.

masks, skin masks, mascaras, mascaras de rosto, mascaras de pele, garnier, still life, flat photo, fashion, beauty, skincare, beleza, cuidados de rosto, moda

Li e investiguei e acho que a culpa deste maravilhoso resultado é o Ácido Hialurónico, um dos ingredientes da máscara. Mas este componente é também um dos ingredientes da nossa pele, responsável pela sua elasticidade e pelo aspecto liso, ele preenche os espaços entre as células mas quantas mais velas sopramos no dia de anos, menos Ácido Hialurónico temos, e quanto menos tivermos, pior é o aspecto da nossa pele, somando rugas e flacidez. Ups! O melhor é começares a fazeres uma máscara destas de vez em quando... just in case.
Há muitos benefícios associados ao Ácido Hialurónico e nem todos eles têm a ver com a estética, também é usado para tratar problemas de saúde. Um bem haja, deste ácido ninguém se queixa!

Aconselho-vos a experimentar esta máscara e desafio-vos a contarem-me como foi a vossa experiência.

PVP: €2,99, em super e hiper-mercados.

Etiquetas: