Regresso aos anos 90

just lily, just iconic; blogger

Primeiro a febre começou a sentir-se na música e rapidamente passou para a moda, tanto a alta costura como o fast fashion renderam-se à louca febre dos anos 90. E é verdade que não voltámos a ver o Big Show Sic, nem voltámos aos fatos de latex da Britney, mas voltámos às plataformas, aos chokers, às mom jeans, aos ténis brancos e às t-shirts de bandas de rock, até voltámos a rever Friends no Netflix. O regresso aos 90 veio para ficar, pelo menos durante mais algum tempo.

As redes sociais aliaram-se a esta moda e anda por aí o "desafio de uma foto dos anos 90", onde partilhas uma foto tua nessa altura e nomeias mais pessoas para fazerem o mesmo. Conclusão: andamos mesmo a morrer de saudades!
Eu nasci logo no início da década de 90, esta foto foi tirada no Jardim Zoológico em 94, provavelmente. Mas até nem são muitas as diferenças para os dias de hoje, eu continuo com o cabelo pelo queixo, a franja já está mais comprida mas com o mesmo atrevimento, as camisolas às riscas nunca deixaram de povoar o meu armário e a pinta, essa então, continua intacta. 

Obrigada à minha mãe por me ter ajudado a ter estilo desde 1992 e obrigada aos anos 90 por me terem obrigado a decorar a letra da Wannabe das Spice Girls e os movimentos da Britney no Hit Me Baby, One More Time, um especial beijinho para o João Baião por ter dado música todos os sábados à noite, sem ele as minhas festas de pijama em casa das amigas não tinham tido tanta piada, obrigada ao Buéréré e ao Macaco Adriano, à Rua Sésamo e à Disney (ainda com sotaque brasileiro), obrigada às disquetes, aos walkmans, aos discos de vinil que a mãe punha a tocar cá em casa e obrigada a todos os Converse All Star que, desde 92, deram todos os passos comigo, sim, eu aprendi a andar numas botas All Star Vermelhas.
Vale mesmo a pena recordar os loucos anos 90.

Etiquetas: ,